EnglishFrenchPortugueseSpanish
igreja batista renascer

MENSAGENS

MINISTRAÇÕES QUE TRANSFORMAM VIDAS
Mensagens >
Pr. Terry Gyger – Cinco Verdades Em Lucas 5

Pr. Terry Gyger – Cinco Verdades Em Lucas 5

Nesta quarta, 29 de maio, tivemos a presença do pastor Osni Ferreira, que é da cidade de Londrina/Paraná, e o pr. Terry Gyger, de Atlanta, em nosso culto na IBR. Especialista em formação de pessoas e liderança na igreja, Gyger criou um projeto para implantar 50 igrejas nas 50 maiores cidades dos Estados Unidos.

O pr. Terry Gyger, cresceu em uma Igreja Batista nos Estados Unidos. Ele compartilhou conosco 5 ideias, 5 verdades nessa ministração, com o tema “Cinco verdades em Lucas 5”. O Rev. Dr. Osni Ferreira foi o seu intérprete, e ouvimos sobre PescarTocarPensarComer e Costurar. Seja abençoado por essa mensagem:

Texto chave – Lucas 5

“E aconteceu que, apertando-o a multidão, para ouvir a palavra de Deus, estava ele junto ao lago de Genesaré;
E viu estar dois barcos junto à praia do lago; e os pescadores, havendo descido deles, estavam lavando as redes.
E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assentando-se, ensinava do barco a multidão.
E, quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar.
E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede.
E, fazendo assim, colheram uma grande quantidade de peixes, e rompia-se-lhes a rede.
E fizeram sinal aos companheiros que estavam no outro barco, para que os fossem ajudar. E foram, e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique.
E vendo isto Simão Pedro, prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor, ausenta-te de mim, que sou um homem pecador.
Pois que o espanto se apoderara dele, e de todos os que com ele estavam, por causa da pesca de peixe que haviam feito.
E, de igual modo, também de Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram companheiros de Simão. E disse Jesus a Simão: Não temas; de agora em diante serás pescador de homens.
E, levando os barcos para terra, deixaram tudo, e o seguiram.”
Lucas 5:1-11

Pescar – A ideia é alcançarmos as pessoas com o evangelho de Jesus. Os discípulos estavas pescando, mas não estavam obtendo nada. Jesus os viu trabalhando e disse a eles que ali não era um bom lugar para pescar. Parece que todos que pescam tem uma boa ideia do que está fazendo, mas nesse caso, Jesus quis mostrar aos discípulos que a grande prioridade é pescar homens! Aonde e como você vai pescar? Nós temos que ir ao lugar aonde os peixes estão. Os peixes não vêm até nós, nós e que vamos até eles, e o que é mais importante fazermos como igreja é orar e pensar como podemos construir pontes de amor para compartilhar o evangelho com as pessoas. Como construir postes com os não cristãos? Esse é um ponto muito importante do evangelismo. Eu posso imaginar a resposta de Pedro: “Ouça mestre, quem entende de mar aqui somos nós! ”. Mas seguindo a orientação do Mestre Jesus, eles foram ao lugar aonde estavam os peixes.

Tocar – Seguindo o texto do capítulo 5 de Lucas vemos que um leproso se aproximou de Jesus. Naquela época a lepra era uma doença terrível, e a pessoa era deixada longe, de maneira que nenhum líder religioso poderia tocar nas pessoas assim. Há um grande ensinamento para nós aqui: É muito fácil nos separarmos das pessoas, especialmente daqueles que não são cristãos. Na tradição Judaica o sacerdote não tocava nas pessoas com lepra, mas o perfeito sacerdote, Jesus, alcança o leproso e toca nele. Jesus fez isso! Há muitas lições intrínsecas nesse texto para nós aprendermos. Nós temos a tendência a não nos relacionarmos com pessoas por causa do pecado delas, mas Jesus se relacionou com pessoas assim. Um missionário na índia pregou para uma aldeia de leprosos e houve uma resposta grande deles a respeito da pregação. Esse missionário foi ao líder da aldeia e perguntou como tantas pessoas aceitaram aquela pregação de pronto. Ele respondeu que, a muito tempo atrás, eles ouviram essa história, e foram tocados e abraçados. Isso mudou a vida deles.

Pensar – A história que está nos versículos 17 até o 23 nos mostra um homem paralítico. Quatro amigos dele e disseram que Jesus está no outro lado da cidade e ele opera milagres de cura. Você deveria ir até ele. E o que aquele home disse? Eu não posso ir, sou paralítico, como vou andar? Aqui está uma grande lição a respeito da nossa falta de esperança. Os amigos disseram: “Então nós vamos te levar até Ele! ”. Então eles o carregaram até o lugar e tentaram entrar na casa, mas não conseguiram porque a casa estava cheia de gente. Então eles tentaram entrar, mas ninguém abria espaço para eles passaram. Imagino que eles pararam e por um momento disseram “desculpe, nós tentamos, mas não foi possível”. Então eles pensaram. Nós precisamos pensar, em como podemos fazer melhor as coisas. Vamos trabalhar, mas vamos também pensar a respeito das possibilidades. Então, eles pensaram: “vamos subir nessa casa e vamos entrar com o nosso amigo pelo telhado! ”. Alguém poderia dizer que essa era uma péssima ideia, mas você tem uma ideia melhor? Muitos podem colocar entraves, dizer que aquilo era difícil de fazer, mas eles o fizeram. Subiram no telhado e desceram o paralítico. Naquele momento, Jesus não apenas o curou, mas perdoou os seus pecados! Deixe-me te fazer uma pergunta: Quem pagou para consertar aquele telhado? A bíblia não responde a essa pergunta, isso não importa. Veja a importância do pensar!

Comer – Mais a frente nesse capítulo, vemos que um homem trouxe seus amigos para um jantar, e Jesus foi convidado. Os fariseus condenam Jesus, e a crítica deles é dizer: “nossa, Jesus está comendo com pecadores? ”. Nós temos hábitos de comermos com pecadores? Essa é uma ótima maneira de criarmos laços. E diz o texto que os fariseus, chateados, passaram a criticar Jesus, por comer com os pecadores. Jesus, na verdade, veio quando nós estávamos no pecado.

Costurar – Nessa passagem Jesus faz coisas bem profundas. Há duas maneiras de entender a religião. Na maneira antiga, o que temos é simplesmente obedecer a lei. Hoje, o que temos é a maravilhosa Graça de Jesus. O que Jesus diz nessa passagem é que não podemos misturar as coisas. Não faz sentido pegar uma blusa nova e costura-la com um pedaço de roupa velha. Aqui há duas imagens, pois além de não combinar, é certo que essa roupa vai rasgar. Mas quando Jesus fala do vinho velho e do vinho novo, vemos que a maioria dos estudiosos diz que o vinho é o evangelho do Senhor Jesus Cristo. Você não pode pegar essa nova ideia e colocá-la na antiga roupagem do legalismo. Ou você vai por aquilo que o homem diz, ou você vai por aquilo que Jesus Cristo ensina. Não é pelas obras de justiça feitas por nós, mas é pela Graça de Deus. Jesus Cristo nos salvou!

Como vamos olhar para o mundo? O que vamos dizer para o mundo? Jesus nos dará autoridade e poder para pescar no lugar certo, para não ter medo de tocar nos pescadores, para pensar e usar o nosso intelecto da melhor forma, para comer com os pecadores sem problemas, e para não misturar as velhas práticas com o lindo, poderoso e maravilhoso evangelho de Cristo. Creio que há muitas outras lições nesse texto, por isso te convido a ler novamente esse capítulo e aplicar esses ensinamentos em sua vida!